Notícias › 14/11/2019

Padre Guerrero nomeado Prefeito da Secretaria para a Economia da Santa Sé

Padre Juan Antonio Guerrero, jesuíta espanhol, 60 anos, foi nomeado pelo Papa Francisco para o cargo de Secretário para a Economia da Santa Sé. Padre Guerrero é o Conselheiro Geral e Delegado do Padre Geral para as casas e as obras interprovinciais romanas

Cidade do Vaticano

Padre Juan Antonio Guerrero (Society of Jesus)

“Como jesuíta é uma alegria receber uma missão diretamente do Papa. É um modo privilegiado para realizar a minha vocação” assim afirmou padre Guerrero. “A obediência que professo sempre me levou a percursos inesperados, conduziu-me a caminhos que jamais teria ousado e sou muito grato. Para mim, a obediência é um lugar privilegiado de encontro com o Senhor”.

Como Delegado do Padre Geral para as casas e as obras interprovinciais Romanas, Padre Guerrero é Superior Maior de 360 jesuítas provenientes de 69 províncias jesuítas de todo o mundo, destas 150 são de formação e as outras 210 realizam sua missão nas seguintes instituições: A Pontifícia Universidade Gregoriana, o Pontifício Instituto Bíblico, Pontifício Instituto Oriental, Observatório do Vaticano, Civiltà Cattolica, Centro Aletti, Colégio Russicum, Colégio Bellarmino, Colégio de Jesus, Dicastério para a Comunicação (Rádio Vaticano) e outros dicastérios da Santa Sé. Padre Guerrero trabalhou no projeto de integração das três instituições acadêmicas em Roma (Gregoriana, Bíblico e Oriental) confiada aos Jesuítas pela Santa Sé, agora, deixa o projeto iniciado.

Já cumpriu outras missões de governo, além da atual, foi provincial da Província jesuíta de Castiglia, com mais de 600 jesuítas e um bom número de obras. Teve que repartir com poucos recursos com um sentimento evangélico e contribuir ao processo de integração e reorganização das províncias jesuítas espanholas.

“Surpresa” foi a palavra usada quando fui chamado de Moçambique para Roma para ser o Delegado do Padre Geral. Para este novo serviço tenho que procurar outra palavra, porque não estava, absolutamente, no meu campo de possibilidades. Foi algo inesperado. No início assustei-me e fiquei sem ação. Mas recebo com humildade, com confiança no Senhor e na equipe que já está trabalhando na Secretaria da Economia. Da minha parte irei colaborar a serviço desta missão oferecendo o melhor que posso”.

Padre Guerrero nasceu em Mérida, Espanha em 1959. Estudou com os salesianos e os jesuítas. No período universitário morou num colégio dos claretianos. Entrou na Companhia de Jesus aos 20 anos. Estudou na Espanha, Brasil, França e Estados Unidos. Graduou-se em Economia (1986), Filosofia (1993) e Teologia (1994). Entre 1994 e 2003 foi Professor de Filosofia Social e Política na Pontifícia Universidade Comillas, trabalhava no seu doutorado em Filosofia Política, mas teve que interromper, pois recebeu a nomeação de mestre de noviços na Espanha. Depois de seis anos, em 2014 foi enviado a Moçambique, onde trabalhou como ecônomo e coordenador de projetos. Além disso, dirigiu exercícios espirituais, ensinou Filosofia e colaborou na construção de uma escola que mais tarde dirigiu.

Antes de completar o terceiro ano de serviço em Moçambique, em 2017, foi chamado a Roma para a sua atual missão, Conselheiro Geral e Padre Geral para as obras e as casas da Santa Sé em Roma. Padre Guerrero fala italiano, inglês, francês, português e espanhol.

“Pessoalmente, parece que tudo muda na vida, mas na realidade não muda quase nada. No fim fazemos sempre o mesmo: ‘uma só coisa’ procurar estar com o Senhor, agradecendo muito pelo bem recebido e colocando tudo o que somos e temos ao Seu serviço e da Sua Igreja. Obviamente, sou uma pessoa que vem de fora da Cúria Vaticana e entra em um novo mundo. Precisarei de algum tempo para me adaptar e aprender, para conhecer e familiarizar com as pessoas, com os procedimentos, com as relações com outros dicastérios, etc. E farei com plena dedicação a tarefa que me foi confiada”.

O Prepósito Geral da Companhia de Jesus, Padre Sosa, manifestou a alegria da Companhia de Jesus e a sua disponibilidade para o serviço ao Santo Padre e à Santa Sé. “Quando recebi o pedido do Santo Padre, o acolhi com abertura e disponibilidade”. Padre Sosa, Superior Geral da Companhia de Jesus, pediu a Sua Santidade que esta nomeação não fosse associada ao episcopado, de modo que Padre Guerrero possa voltar, depois de concluir seu serviço, à sua normal vida de Jesuíta.

“Agradeço o Santo Padre que me permite realizar esta missão como jesuíta, de modo que eu possa continuar a sê-lo também quando terminar este serviço”, afirma Pe. Juan Antonio Guerrero.

Para enfrentar esta tarefa ajuda-me saber-me Corpo de Cristo, no qual há outras pessoas, membros, que se dedicam ao apoio espiritual e de fé das pessoas e das comunidades, ou estão presentes nas divisões e nas feridas desta humanidade, buscando construir pontes e curas, de modo que colaborem mais explicita e visivelmente com a Missão de Cristo, com a qual todos colaboramos”.

“Desejo conhecer e iniciar a trabalhar com a equipe da Secretaria para a Economia da Santa Sé, familiarizar com os critérios estabelecidos pelo Conselho para a Economia e colaborar na realização da vontade de Sua Santidade para este Dicastério. Espero contribuir à transparência econômica da Santa Sé e fazer uso eficiente dos bens e dos recursos que estão ao serviço da importante missão evangelizadora da Igreja”.

O Padre Guerrero assumirá seu cargo em janeiro de 2020.

Fonte: Vatican News

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.