Homenagem a São Pedro Julião Eymard

HOMENAGEM A SÃO PEDRO JULIÃO EYMARD

Num feliz 4 de fevereiro, na pequena comunidade francesa de La Mure, nascia, Pedro Julião Eymard, para alegria de uma modesta família.

Mas, que pena! Aos 57 anos de idade, com a saúde abalada por muitas provações, ali mesmo, em sua terra natal, FALECEU e toda La Mure exclamou: O NOSSO SANTO MORREU!

Suas marcas foram deixadas em todos os lugares por onde PASSOU e as virtudes que lhe abrilhantavam a alma, os sentimentos que engrandeciam seu coração, fortaleciam aquele pastor, que desde sua infância, por Jesus eucarístico se APAIXONOU.

Ser padre era seu sonho, pescador de almas para Cristo. Revelar ao mundo o mistério da eucaristia, a grandiosidade e a beleza da ADORAÇÃO,na vivência plena da fé e do amor COMUNHÃO.

Sempre a caminho viveu este santo. Tal qual uma ambulante escola de espiritualidade eucarística, orientada para a missão. Despojada de VAIDADE, mas comprometida com o serviço, com a oração e com a FRATERNIDADE.

Com a chama do fogo eucarístico acesa no seu CORAÇÃO ele queria fazer algo de grande. Organizou primeiro, um grupo de homens adoradores, que daria origem a uma profícua e religiosa CONGREGAÇÃO.

Era, pois, a do Santíssimo Sacramento, que o amor e a bondade de Deus revela e ENSINA. Assim nasceu, do pensamento firme e da santa inspiração do Padre Eymard, a pequena e prodigiosa família SACRAMENTINA.

ZITA MARIA SANTIAGO MAGALHÃES
LEIGA SSS DE BH

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.