Devoção e Fé – A Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem

Belo Horizonte prepara-se para uma grande festa. Dia 15 de agosto é dia de Nossa Senhora da Boa Viagem. Padroeira da capital de Minas Gerais, Nossa Senhora da Boa Viagem faz parte da identidade da capital mineira e a celebração em homenagem à Santa é um dos eventos religiosos mais tradicionais do estado.

A importância da data remete a origem de Belo Horizonte, quando em 1714 chega, vinda de Portugal, a imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem na Fazenda Curral Del Rei, antiga Vila que, séculos mais, tarde viria se tornar a capital mineira.

Já na primeira metade do século XX, mais especificamente no ano de 1932, Nossa Senhora da Boa Viagem foi elevada a padroeira de Belo Horizonte. O título foi concedido, à época, pelo Papa Pio XII, por intercessão de Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Mota. Desde então, a comunidade católica de Belo Horizonte e de outras cidades participa, com muita fé, dos eventos que fazem parte das comemorações que homenageiam a Santa padroeira, entre eles novenas, missas e procissões que, tradicionalmente, têm início no dia 06 de agosto e se estendem até o dia 15 de agosto.

Para Padre Marcelo Silva, SSS, a festa da padroeira tem importância histórica, por estar conectada ao surgimento de Belo Horizonte e cultural-religiosa, por dar identidade e unidade ao povo belo-horizontino e à Arquidiocese de BH, por meio da devoção à santa, que atravessa três séculos.

Adaptações em função da pandemia

Em 2020, em função da pandemia do novo coronavírus, a festa teve que se adaptar às orientações das autoridades sanitárias, com o objetivo de proteger a saúde dos fiéis. As missas, celebrações e adorações em grupo foram transmitidas, ao vivo, diretamente da Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem.

A tradicional quermesse, que unia milhares de pessoas, se transformou na feijoada do dia dos pais, realizada no último domingo, dia 09 de agosto, assim como o leilão para arrecadar fundos para obras de cunho social, realizado no dia 13 de agosto, que neste ano, teve versão virtual.

Programação

A festa segue com sua programação até o dia 15 de agosto. Hoje, dia 14 de agosto, logo mais às 17h, haverá a Adoração ao Santíssimo e, após, a “Noite do Braço”, um sarau lítero-musical, formado por um conjunto de harpa, flauta, piano e voz e declamação de poemas, por parte de Padre Marcelo Silva, com poesias escritas durante o tempo de isolamento social. Importante destacar também as novenas, que tiveram como tema o lema “Maria Mãe da Esperança”, com o objetivo de seguirmos esperançosos, através da fé e das orações, apesar das dificuldades decorrentes da COVID-19.

Já no dia 15, dia da padroeira, haverá uma pequena romaria, com a tradicional visita mariana às paróquias, formada por somente um carro que percorrerá as comunidades, e, fechando a programação, a missa solene. “Gostaria de convidar toda a comunidade católica para acompanhar o restante da programação em nossas redes sociais. Das 8h às 12h, a romaria e às 18h, a Missa Solene, presidida por Dom Giovanni da Silva”, convida Padre Marcelo.

Siga o perfil da Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem no Instagram e no Facebook para acompanhar a programação, ou se inscreva no canal da Igreja no YouTube.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.