Celebrando os Votos Perpétuos: entrevista com Irmão Eduardo

Boletim Sacramentinos: Conta pra gente, de onde você é? Onde nasceu? É filho único?

Irmão Eduardo: Eu me chamo Ir. Eduardo Sales de Lima, sss, sou Brasileiro, venho nordeste Ceará. Nasci no município de Maranguape região metropolitana de Fortaleza, Ceará, com o passar do tempo este município de dividiu em dois chamando de Maracanaú na qual antes e uma cidade que pertencia ao distrito de Maranguape. Portanto minha família mora entre estes dois municípios que ambos são regiões metropolitana de Fortaleza capital do Ceará.  Não. Somos cinco irmãos, duas mulheres, e três homens eu sou o mais novo deles.

Boletim Sacramentinos: Como se deu seu primeiro encontro com a comunidade sacramentina?

Irmão Eduardo: Na verdade, eu fui convidado pelo padre Francisco Junior sacramentino, que é meu conterrâneo, através dele é que soube da existência desta comunidade religiosa sacramentina em Fortaleza e no domingo de dezembro de 2007 fui com ele conhecer a comunidade são Benedito, lá eu conheci Padre Jackson, Padre Mateus e Padre Toninho, que na época eles fazia parte desta comunidade, assim fui conhecendo os sacramentinos em Fortaleza.

Boletim Sacramentinos: Em que momento da vida você percebeu que seu compromisso com a fé e com a comunidade sacramentina representava um verdadeiro chamamento divino?

Irmão Eduardo: O momento acredito que foi a partir quando eu iniciei minha preparação para crisma ou confirmação melhor dito. Foi durante os encontros que eu fui sentido e percebendo um chamado diferente, porque tudo que fazia nos encontros aquilo me chama atenção e fui me interessando pelas coisas da Igreja, e as vezes ajudava na preparação para missas e perdia a hora de volta para casa.

E no belo dia um seminarista que acompanhava o padre que sempre celebrava na minha comunidade me perguntou se eu era seminarista eu falei que não, e me disse que eu tinha jeito de ser padre, aquilo me chamou atenção fiquei até assustando porque nunca tinha passado isso na minha mente, pois eu estudava a noite, trabalhava durante o dia e nos fins de semana ajudava na igreja, depois da reunião de confirmação.

Com a comunidade sacramentina, foi quando eu fui visitar pela primeira vez a comunidade sacramentina e quando vir o santíssimo sacramento exposto, me ajoelhei e sentir como se jesus estivesse me chamando para esta ali ao lado do santíssimo sacramento, na época eu pensei que estava ficando louco mais foi assim que sentir que o carisma sacramentino era meu chamado para nesta congregação do santíssimo sacramento, bom aqui estou mesmo me sentido louco mais hoje tenho a certeza absoluta que o senhor me chamou sim para ser um sacramentino.

Boletim Sacramentinos: O que representa, para você, como religioso sacramentino, a confirmação dos votos perpétuos?

Irmão Eduardo: E com muita alegria no coração que celebramos os votos perpétuos, e com esta mesma alegria eu quero compartir um pouco este momento que foi para mim emocionante. Pois, com palavras não sei como explicar, só sei que é algo místico; e como um sonho em que a gente fecha os olhos e que de repente abrimos os nossos olhos e estamos contracenando este sonho um profético em que eu vive e presenciei este sonho tão esperando.  Me sentir ao mesmo tempo com Jesus quando estava com os seus discípulos no monte Tabor, em que eles viram o próprio Jesus transfigurando na frente deles, assim foi como eu vive e experimentei esta experiência mística no meus votos perpétuos. E sentir que este amor Deus estava sendo transbordando e que invadia todo meu ser.

Portanto ao prostrar-me foi um dos momentos marcantes para mim, porque vinha na minha mente como um filme vendo jesus quando ele caminhava com os dois discípulos de Emaus, e quando eles convidaram jesus a entrar na sua casa e no momento do partir do pão, que o mesmo desaparece e deixando um legado aonde Jesus dizia; para cada um de nós estarei com vocês até o fim dos tempos, e também que nos dava um novo mandamento, que é a amar ao próximo como a nós mesmo, este e o amor exagerado que se doa ao próximo, aonde este mesmo jesus que se encarna em nossa frágil humanidade, que se entrega a todos que atende seu chamado a viver a sua missão, como fez o nosso fundador São Pedro Julião Eymard, entregou inteiramente a missão Eucaristia, pois para nós sacramentino e conhecido como o dom de si.

Neste doar-se por inteiro, na consagração de vida que são os votos perpétuos, da mesma forma em que Deus foi fiel, e junto com ele, eu também contracenei esta mesma fidelidade. Justamente neste momento em que estamos vivendo está pandemia no mundo. E que o Cristo nos pede para seguir em frente, e demonstrar que através da eucaristia podemos encontrar as grandes melhores resposta, como eu encontrei esta resposta e hoje estou vivendo esse grande momento de consagração perpetuas entregando inteiramente ao Criador, como fez o nosso mestre Jesus na cruz entregou por mim e vocês.

Boletim Sacramentinos: Deixa uma mensagem para aquelas pessoas que sempre estiveram ao seu lado, seja apoiando seu caminho ou rezando por você, seja aquelas que te ensinaram a professar a fé sacramentina, além daqueles que querem estabelecer votos perpétuos.

Irmão Eduardo: Peço que continue rezam por mim, e pela minha vocação sacramentina, para assim poder ser fiel a esta consagração perpetua que fiz a Deus, pois eu também rezarei por vocês. E certamente o senhor Ira recompensar-lhes com muitas bênçãos do Céu. Quero dizem para os que desejam fazer esta experiência de consagrar-se perpetuamente a Deus que nos ama.

Portanto, a missão e árdua mais e com muita alegria de comparto que vale sim apena entregar inteiramente ao senhor e a esta missão eucarística, pois, mesmo nas dificuldades ele estará conosco, e nas dificuldades que somos provados e preparados na fé, para enfrentar tempestades como esta que hoje estamos vivendo nestas horas que o povo necessita de nossas orações, fortalecer-lhes a permanecer firmes na fé.

Digo isso porque já experimentei muitas tempestades, e essa e mais uma das quais iremos ultrapassar por tudo isso, mas Jesus nos levanta e diz; coragem eu estou contigo até o fim, tudo passa. E logico que ao longo desta minha caminhada sacramentina muitas pessoas passaram na minha vida e que foram exemplos de fé e me ajudaram sim seguir em frente, alguns até já fizeram sua pascoa eterna e agora eles estão na pátria celeste intercedendo por mim.

Foto: Pascom Santuário.

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.